37 MUNICÍPIOS DO PARÁ RECEBEM PROFISSIONAIS DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS:

publicado em: 10/10/2017

Desde o dia 9, 37 municípios e dois Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) do Pará começaram a receber, por meio do programa Mais Médicos, 67 profissionais brasileiros formados no exterior. Os médicos fazem parte dos cerca de 1.400 brasileiros que aderiram ao último edital do projeto. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do País, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total. No Estado do Pará, 777 médicos já atuam pelo Mais Médicos.
Belém é o município do Estado que vai receber o maior número de médicos, com cinco vagas no total. Oriximiná recebe quatro, Uruará também quatro. Já Ipixuna do Pará, Medicilândia, Ourilândia do Norte e Ulianópolis reberá três médicos respectivamente; Dois Profissionais são destinados para cada uma das cidades de Água Azul do Norte, Chaves, Marabá, Paragominas, Parauapebas, Porto de Moz, Primavera, Redenção e os DSEIs Kaiapó do Pará e Guamá-Tocantins.  
Fecham a lista dos municípios paraenses que passam a contar com mais um profissional do Mais Médicos Abaetetuba, Alenquer, Altamira, Anapu, Aurora do Pará, Bagre, Canaã dos Carajás, Dom Eliseu, Igarape-Miri, Jacundá, Marituba, Melgaço, Nova Ipixuna, Ourém, Rondon do Pará, Rurópolis, Salvaterra, Santa Maria do Pará, Santana do Araguaia, São Felix do Xingu, São João da Ponta e São Sebastião da Boa Vista.
Do total de médicos participantes, 47,1% são profissionais da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), 45,6% brasileiros formados no Brasil ou no exterior e 4,16% são intercambistas estrangeiros.
ORM